Ano Novo: A puérpera que habita em mim saúda a puérpera que habita em você.

Em 01/01/2015 eu tinha nos braços um bebê de duas semanas! Estava na casa da mãe (casa cheia, diga-se de passagem) e minha filha sequer tinha percebido que saíra da barriga. Mamava em exclusivo e dormia muito, mas todos me diziam que era bom dar uma mamadeira pra ela dormir mais (?). Não usava chupeta e não chorava, mas todos insistiam que se eu lhe desse uma ela ficaria calminha (?). Nós ainda estávamos nos conhecendo, aquele bebê era um dengo só e eu já tinha recomendação de remédios para cólica e dor e febre e refluxo. Ela precisava apenas estar no meu cangote e o mundo todo parecia não existir para mim, eu tinha criado uma blindagem no ouvido que nada do que me diziam ficava na minha men

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square