O bebê não avisa sempre que precisa fazer xixi. Entenda...

March 3, 2018

Vamos por partes pra entendermos esse tema...

Temos a ideia de que por se tratar de uma comunicação de eliminação, o bebê irá avisar sempre que precisar evacuar e não é bem assim.

A criança que pratica Higiene Natural desde cedo desenvolve total consciência corporal, consegue avisar ou, pelo menos, é notada e por isso se relaciona muito bem com as evacuações. Geralmente os cuidadores captam mais o cocô e o xixi como não é captado  demora mais pra desfraldar ou acaba gerando mais escapes antes, durante ou depois do desfralde.

 

A expectativa dos cuidadores ao esperarem que a criança passe a avisar que precisa fazer xixi é inimiga da HN.

Essa ideia está atrelada ao nome da técnica em inglês "Elimination Communication" ou "comunicação de eliminação" e ao fato de que uma das funções da prática seja o estabelecimento da comunicação. Por isso os pais esperam que o filho peça. Porém, para a continuação da prática, ficar esperando uma comunicação por parte da criança é uma ilusão. Seria como se esperássemos que nosso filho de 1 ano e meio, por exemplo, pedisse o almoço todos os dias! Ele não vai pedir, mas vai dar claros sinais de fome: 

"-Está com fome!" Dizemos diante de uma "birra" pré meio dia e saberemos que é fome porque há muito tempo naquele horário o bebê come. Mas, por alguma razão, quando falamos em higiene natural, os pais e cuidadores ficam esperando que a criança avise sempre que precisar fazer xixi.

 

Não faz sentido esperar:

Pensemos mais uma vez pelo lado das refeições: na nossa rotina acordamos, fazemos o café da manhã, almoçamos e depois café da tarde e em seguida janta, no meio tempo entre uma ou outra refeição ainda beliscamos alguma coisa. Esse é o padrão de alimentação do humano ocidental. E qual o padrão de evacuação? Porque não sabemos? 

É muito mais fácil do que pensamos e por conta do fraldamento tradicional fazemos parecer que é um quebra cabeça difícil de resolver. Não é. Pensamos que os bebês são como barris furados. Não são.

Tal qual a alimentação, onde não ofertamos comida a cada meia hora - mesma razão que não faz sentido deixar um bebê de fraldas o tempo todo ou oferecer o penico a cada 20 minutos - no caso de uma criança perto dos dois anos, por exemplo, haverá um um padrão para as evacuações. Xixi ao acordar, outro no meio da manhã ou no meio dia, outro pré ou pós soneca da tarde, um no final do dia ou banho e outro antes de dormir. É batata! Na grande maioria das vezes as evacuações coincidem com as alimentações, que fácil! Mas, do mesmo modo que beliscamos alguma coisa entre uma refeição e outra, pode haver um xixizin entre um xixizão e outro!!

Então, não devemos esperar a criança pedir ou ficar questionando: "-Quer fazer xixi, quer?" "-Quer ir no banheiro??!"... Longe disso, assim como não ficamos perguntando: "-Quer almoço?" "-Quer almoçar?" "-Tá com fome?"... Simplesmente vamos criando as condições para alimentar a criança. Não vamos dar fruta ao meio dia, vamos tentar dar comida de sal, direcionamos, servimos, pedimos que coma, ofertamos. Assim, vamos criando as condições para o banheiro, não ficamos perguntando, vamos levando, direcionando, ofertando e pronto. Não vamos conseguir parar a brincadeira no quintal e talvez seja melhor ofertar pra "molhar a plantinha" ali mesmo, ou levar a criança pra ajudar numa "missão"... 

Higiene Natural deve ser um processo verdadeiramente natural e também lúdico. Não devemos forçar, assim como não devemos forçar pra comer, mas o bebê precisa comer e também precisa evacuar e somos nós que criamos as condições para isso. Quando passamos a ler sobre isso e praticar, deixando a prática fluir, tudo melhora e vamos aos poucos internalizando e compreendendo melhor o organismo dos nossos filhos. 

 

Dois pontos a serem enfatizados sobre isso:

 

O bebê que pratica HN não vai pedir para outros cuidadores para ir ao banheiro e muito provavelmente não peçam nem para os cuidadores principais. 

É uma relação íntima de um momento íntimo que precisa ser construído aos poucos. Não é fácil que uma pessoa estranha consiga captar evacuações de um bebê que pratica HN, a menos que ela passe muita confiança e certeza sobre o que está fazendo. Isso acontece com a alimentação também, acreditem, o bebê sempre irá comer melhor com seus cuidadores principais *há sempre os casos contrários onde a criança come bem e faz xixi no banheiro na creche, mas em casa não - assunto pra outro post*. Mas, vou dar o exemplo da minha filha. Desfraldada aos 11 meses com a higiene natural, quando, nas raras vezes que sai com o pai (1 a 2 x ao ano) ou o padrinhos, acaba tendo um escape de xixi. Recentemente sua avó paterna que mora em outro Estado veio visitá-la passaram um dia juntas e teve xixi no chã do quarto. Isso porque provavelmente a avó tenha oferecido o banheiro e a nena tenha dito que não queria, excitada com o novo ambiente a nova companhia, o livro que tinha acabado de ganhar, etc. Mas, a vovó conseguiu alimentar ela, como me disse "com comida de vó" e com sobremesa e tal, ou seja, supriu a necessidade de alimentação do jeito dela, porque está acordado dentro de si que a criança precisa comer, mas por acreditar que a nena pediria pra ir ao banheiro, já que não usa mais fraldas, esperou e o xixi foi ao chão, na próxima a vovó vai ter que criar "o jeito dela" de levar a guria no penico também, entendem? Vai ter que acordar dentro de si a ideia de que a criança tem que fazer xixi, conseguem acompanhar meu raciocínio?

A nossa nova aventura mais recente foi na creche. 3 anos e 2 meses depois de ser cuidada exclusivamente por mim, na primeira semana deu tudo certo, na segunda, ela estava relutante em ir e o resultado foi o seguinte: num dia fui buscar estava morrendo de sede, não pediu água, me esperou, noutro dia fui buscar estava morrendo de fome, comeu pouco e não quis pedir mais, e num belo dia fui lá e ela havia feito xixi na roupa. Conversando comigo ela disse explicitamente que tem vergonha de pedir. Natural, está construindo numa relação com a professora e justo naquele dia que ocorreu o escape, tinha acabado de entrar uma nova auxiliar de sala que era o primeiro contato com a nena!

Então, explico para as famílias que tenho oportunidade de conversar sobre o tema através das consultorias e posso usar minha filha como exemplo, é o seguinte: Ela é acostumada comigo, ela não vai pedir pras outras pessoas! É preciso primeiro construir uma relação e aos poucos encontrar uma forma lúdica, amigável de instruir a criança ao atendimento de suas necessidades. Não adianta perguntar: "-Quer fazer xixi? Quer comer? Quer brincar? Quer água?"... O ideal é direcionarmos para isso como fazemos com as outras necessidades, pois em casa é assim que fazemos com relação às refeições e o sono, precisamos ligar as anteninhas para o xixi também. 

Por exemplo, se a criança está no parquinho brincando, presumimos que terá sede. Se já brincou e comeu, tomou água/mamou e brincou mais uma pouco, devemos presumir que terá xixi pra fazer, se dormir, ao acordar deve ir ao banheiro. Sempre nós, adultos e cuidadores que devemos ter a pró atividade no cuidado das crianças.  

Então, seja na prática da Higiene Natural ou no Desfralde tradicional, é importante que não esperemos que o bebê ou criança peça para fazer xixi e sim que a gente tenha as anteninhas da percepção ligadas e façamos sutilmente esse atendimento.

 

O que ajuda?

Saber que a birra, os gritos, a teimosia, a agitação ou a agressividade estão diretamente relacionados à necessidade de fazer xixi.

Distrair primeiro o bebê/criança para que retome a respiração e a calma e então encaminhar para o banheiro. 

Seguir as dicas do @bebesemfralda e curtir e compartilhar os conteúdos que você encontrar nas redes sociais! Não posso fazer post muito grande porque quero vocês sempre aqui comigo!

Apoiar esse trabalho comprando o primeiro livro do mundo sobre #eliminationcommunication ou #higienenatural totalmente em português e com embasamento científico

www.bebesemfraldabrasil.com/e-book

Continue acompanhando nossas postagens, vem coisa nova por aí!

Marque azamigas!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O bebê não avisa sempre que precisa fazer xixi. Entenda...

March 3, 2018

1/1
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags